Quinta-feira, 25 de Abril de 2024
Educação de São Bernardo é destaque em alfabetização no Estado de São Paulo

 

Representantes do município receberam troféu nesta terça-feira (20/2) em cerimônia com a presença do governador Tarcísio de Freitas na Sala São Paulo, na Capital

A Prefeitura de São Bernardo recebeu, nesta terça-feira (20/2), por meio da Secretaria da Educação, o prêmio destaque em alfabetização, por estar entre as cidades com maior percentual de estudantes leitores do Estado de São Paulo. O troféu foi recebido pelo prefeito Orlando Morando das mãos do governador Tarcísio de Freitas durante cerimônia de lançamento do Programa Alfabetiza Juntos São Paulo, iniciativa do Governo do Estado para ampliar a alfabetização de alunos até o 2º ano do ensino fundamental nos 645 municípios do Estado. O evento foi realizado na Sala São Paulo, na Capital.

“Esse programa é mais uma decisão acertada do governador Tarcísio de Freitas. Costumo dizer que aprender a ler é como aprender a andar. Quem não lê não se comunica. Por isso a necessidade de preparar nossas crianças para o futuro. E, para nós, é uma felicidade ser referência no Estado, com índice de 70% alfabetização, resultado de todo o investimento que estamos fazendo na educação de São Bernardo desde 2017. Parabéns a todos os profissionais da educação por mais essa conquista. Nosso trabalho segue, transformando não só a educação como toda a nossa São Bernardo”, observa prefeito de São Bernardo.

Para o governador, São Paulo se insere num compromisso nacional pela alfabetização, tendo em vista que 22% da população brasileira está no Estado. “Temos que dar ferramentas para nossos alunos solucionarem os problemas da vida. A meta do Alfabetiza Juntos SP é ter 90% de crianças leitoras até 2026. E, se podemos chegar aos 90%, por que não perseguir os 100%?”, ressalta.

Secretária de Educação de São Bernardo, Sílvia Donnini destaca que a alfabetização na idade certa considera que, ao final do 2º ano do Ensino Fundamental (por volta dos 7 anos de idade), o estudante deve dominar as habilidades de leitura e escrita previstas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). “Todos os nossos esforços estão em garantir que nossas crianças tenham um aprendizado de qualidade, desenvolvam habilidades socioeducativas. Desde a capacitação das equipes gestoras, oferta de material didático adequado, manutenção dos espaços, merenda de qualidade, tudo interfere nesse processo”, observa.

FLUÊNCIA LEITORA – A premiação levou em conta o resultado dos estudantes na Avaliação de Fluência Leitora, realizada no ano passado pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. O resultado apontou que 64% dos alunos do 2° ano sabem ler e escrever. São consideradas leitoras fluentes as crianças que conseguem ler entre 45 e 60 palavras corretamente no decorrer de um minuto, entre 28 e 40 pseudopalavras (palavras inventadas ou sem significado) e atingem 97% de precisão na leitura de palavras existentes em um texto.

 

Por Natália Fernandes

Fonte: Site da Prefeitura de São Bernardo do Campo


© Todos os direitos reservados - Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo | SE-311.2 - Serviço de Apoio aos Sistemas Educacionais
Versão: 2.6.0 - Abril/2024